Teses, Dissertações e Monografias

Acesse a listagem abaixo para conhecer algumas das teses, dissertações e monografias desenvolvidas pelos alunos de pós-graduação do Departamento de Engenharia de Construção Civil da Escola Politécnica.

A consulta também pode ser feita na biblioteca de Engenharia Civil pelos telefones (11) 3091-5204 e 3091-9023, fax (11) 3091-5125 ou pelo e-mail biblioteca.civil@poli.usp.br.

Para saber o horário e o local das próximas qualificações e defesas, acesse o site Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil – PPGEC. e do ConstruINOVA - Mestrado Profissional em Inovação na Construção Civil.

Para conhecer as diretrizes de elaboração de teses e dissertações clique no link ou acesse o site da Biblioteca Digital.

Importante: a consulta aos arquivos das teses e dissertações fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:

Este trabalho é para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar o nome da pessoa autora do trabalho.

Buscar teses, dissertações e monografias
  • Influência do coeficiente de atrito entre os agregados e da viscosidade da matriz no comportamento reológico suspensões concentradas heterogêneas PDF
    • Aluno: Thiago Melanda Mendes
    • Orientador: Rafael Giuliano Pileggi
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2008

    O comportamento reológico de suspensões concentradas heterogêneas como concretos e argamassas possui influência direta na energia requerida e na produtividade durante o processamento e aplicação destes materiais, além de ser um fator determinante na qualidade do produto final. De um modo geral, pode-se dizer que a fluidez destas suspensões está diretamente relacionada à facilidade de movimentação das partículas, assim a redução dos fenômenos de atrito favorece o bom desempenho durante o fluxo. Deste modo, este trabalho buscou avaliar a influência do coeficiente de atrito dos agregados e da viscosidade da matriz no comportamento reológico de suspensões concentradas. O coeficiente de atrito de agregados esféricos de vidro com diversas granulometrias foram determinados pelo método "shear box", e as suspensões formadas por estas esferas em matriz de silicone líquido foram avaliadas através de ensaios reológicos de "squeeze flow". Os resultados revelam que a distribuição granulométrica possui influência no coeficiente de atrito dos agregados, e que esta propriedade está diretamente relacionada à área e ao tipo de contato entre as partículas. Entretanto, para o tipo e para as velocidades de fluxo impostos às suspensões, não houve uma relação entre o coeficiente de atrito dos agregados e a viscosidade das suspensões. Além disso, a viscosidade da matriz influencia o comportamento reológico do sistema, mas não foi identificada uma relação clara, o que em parte pode ser explicado pela provável ocorrência de fluxo heterogêneo nas condições aqui estudadas.

  • Produção e comercialização de insumos da cadeia produtiva da construção habitacional PDF
    • Aluno: Heitor Cesar Riogi Haga
    • Orientador: Alex Kenya Abiko
    • Categoria: Doutorado
    • Ano: 2008

    Recentemente o setor da construção civil no Brasil vem apresentando um ritmo intenso de crescimento, cujo dinamismo se deve às mudanças institucionais e a evolução do cenário macroeconômico. O volume crescente das obras tem pressionado os setores de insumos e alguns reflexos disto já foram sentidos, como problemas localizados de abastecimento e de variação dos preços de alguns materiais. Neste cenário insere-se a presente pesquisa, de caráter exploratória, que se propõe a realizar o estudo diagnóstico do setor de produção e comercialização de insumos (materiais) da Cadeia Produtiva da Construção Habitacional, segundo os princípios do conceito de prospecção tecnológica. O método básico de pesquisa correspondeu às pesquisas bibliográfica e descritiva, utilizando-se da pesquisa de campo para a obtenção de dados atualizados. Para realizar o estudo diagnóstico foi adotado um modelo conceitual de prospecção tecnológica de análise de cadeias produtivas, proposto por Castro & Lima (2001). Os principais resultados obtidos foram modelagem, análise de desempenho, identificação dos fatores críticos, respectivas forças impulsoras e restritivas e, por fim, a determinação de gargalos do setor. O estudo mostra que todos os segmentos deste setor estão direcionando seus esforços na busca da eficiência produtiva, como meio de garantir o fornecimento de seus produtos ao setor da construção. Quanto ao método adotado, pode-se concluir que apresenta forte potencial de ser utilizado para||análise dos setores e cadeias produtivas que compõe o complexo industrial de materiais de construção

  • Dosagem do concreto auto-adensável PDF
    • Aluno: Ricardo dos Santos Arnaldo de Alencar
    • Orientador: Paulo Roberto do Lago Helene
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2008

    Aborda-se, neste trabalho, a tecnologia do concreto auto-adensável CAA aplicada à produção de pré-fabricados. A inovação principal destacada foi a contribuição feita ao Método IBRACON, que é largamente utilizado no país para a dosagem do concreto comum, a partir da nova metodologia de dosagem proposta para o CAA, ao considerar que a correção da coesão do concreto fresco por finos pozolânicos ou não pozolânicos correspondentes, de maior área específica, depende do tipo de traço, onde formulações mais pobres em cimento exigem maior teor de substituição de finos quando comparadas com composições mais ricas, para manter as características de trabalhabilidade desejadas. O que possibilitou a criação de uma correlação entre a relação agregados/cimento (m) e o teor ótimo de substituição (T), acrescentando um 4° quadrante ao Diagrama de Dosagem do método original. Outra importante contribuição feita ao citado método foi acrescentar alguns ensaios de trabalhabilidade do concreto fresco, que se tornam fundamentais para a qualificação do concreto auto-adensável para uma aplicação prática. Para tanto, foram estudados traços de CAA com dois níveis de auto-adensabilidade, sem adições e com metacaulim ou filer calcário, para resistências compreendidas entre 50-70MPa, em um amplo programa experimental que totalizou 11 famílias de concretos e mais de 55 traços, no geral. Foram avaliados também os cuidados específicos para a produção do CAA, analisando aspectos de produtividade e viabilidade de implantação, a partir de um estudo voltado a uma empresa especializada. Concluindo-se que o CAA é uma opção bem vantajosa para o setor, sobretudo com emprego de adições minerais, porém é extremamente necessário haver algumas modificações de equipamentos e procedimentos para adequação em fábrica a essa nova tecnologia.

  • Sistemas cimento, cinza volante e cal hidratada PDF
    • Aluno: Juarez Hoppe Filho
    • Orientador: Maria Alba Cincotto
    • Categoria: Doutorado
    • Ano: 2008

    A utilização de cinza volante na composição de material cimentício o torna mais sustentável, além de conferir à matriz hidratada características peculiares que melhoram o desempenho frente à ação de diferentes agentes deletérios. A principal desvantagem da utilização de pozolana no sistema cimentício é a maior susceptibilidade à carbonatação. A maior taxa de neutralização da solução aquosa dos poros é devida ao teor remanescente menor de portlandita na matriz. O conhecimento das características da cinza volante que influenciam a interação com a cal, é necessário para subsidiar medidas preventivas com relação ao consumo de portlandita. A presente pesquisa objetiva verificar a eficiência da adição de cal hidratada em concreto executado com cimento pozolânico como forma de reduzir a susceptibilidade à carbonatação. As etapas realizadas para cumprir o objetivo abrangem: a caracterização da cinza volante, com ênfase na determinação do teor de fase vítrea; a cinética de reação em sistema de cinza volante e hidróxido de cálcio; a evolução da hidratação, e a decorrente variação microestrutural. Nos sistemas cimentícios de concretos cujas composições são 100% de cimento ou 50% de cimento e 50% cinza volante, com e sem a adição de 20% de cal hidratada, foi caracterizado a microestrutura da camada de cobrimento e o seu desempenho frente à ação do anidrido carbônico, em ensaio acelerado. Na cinza volante estudada, o teor de fase vítrea foi de 57%, e o consumo máximo||por atividade pozolânica, função da área específica BET, foi de 0,69 gramas de Ca(OH)2/grama de fase vítrea de cinza volante. No cimento portland pozolânico, este consumo é menor devido à estrutura formada pela hidratação do cimento. A adição de cal hidratada à pasta de cimento e cinza volante, além de aumentar o consumo de cal por atividade pozolânica, restabeleceu, parcialmente, o teor remanescente de portlandita na matriz. ) A interação da cinza volante com a cal hidratada não interfere no volume total de vazios da matriz hidratada, porém, refina a microestrutura, aumentando o volume de mesoporos. A carbonatação, em concretos com mesma resistência à compressão de 55 MPa, atingiu maior profundidade quando executado com cimento pozolânico. A adição de cal hidratada não foi eficiente em reduzir a susceptibilidade à carbonatação acelerada

  • Avaliação do comportamento eletroquímico de sistemas de reparo para estruturas de concreto com corrosão de armaduras PDF
    • Aluno: Maurício Luiz Grochoski Garcia
    • Orientador: Paulo Roberto do Lago Helene
    • Categoria: Doutorado
    • Ano: 2008

    A cada dia os custos econômicos e sociais da corrosão de armaduras nas estruturas de concreto armado têm se tornado mais significativos nas economias dos países, tanto desenvolvidos, quanto em desenvolvimento. Em 2004, a Alemanha gastou aproximadamente 90 bilhões de euros com manutenção e reparo de estruturas de concreto armado, o correspondente a 50% do total gasto na construção civil deste país. Essa parcela é ainda maior no caso da Itália, onde chega a 57% (UEDA & TAKEWAKA, 2007). Esses gastos mostram o crescimento do mercado mundial de reparo e proteção de estruturas de concreto. Esse mercado já conta com várias soluções disponíveis e a cada dia novos produtos surgem, e outros tantos estão em estudo, seja para a prevenção ou para terapia da corrosão. Diante dessa gama de produtos e sistemas para prevenção e reparo, os engenheiros responsáveis por prescrevê-los para as obras de recuperação, reforço e proteção, precisam conhecer adequadamente o seu comportamento e sua real eficácia, ou seja, precisam dispor de metodologias para bem avaliar a viabilidade técnica e econômica dos sistemas e dos produtos disponíveis. O estudo desenvolvido durante esta tese procurou, de forma bastante abrangente, avaliar o comportamento eletroquímico, em campo e em laboratório, de seis diferentes sistemas de reparo para estruturas de concreto com corrosão de armaduras, com características bastante distintas. Em campo foi proposto e aplicado um método de||avaliação e comparação destes sistemas, utilizando como parâmetros o potencial e a intensidade de corrosão. Em laboratório, além destes parâmetros eletroquímicos, outros parâmetros físicos e mecânicos também foram avaliados. ) Os resultados obtidos em campo mostraram tendências de comportamento bastante interessantes dos sistemas de reparo avaliados, que, apesar do prazo curto para a realização do experimento (2 anos), permitiram extrair algumas informações importantes acerca do comportamento destes na situação real de uso. Além disso, esta pesquisa mostrou que o método de avaliação aqui proposto é bastante promissor. Os resultados de laboratório, além de contribuir para o entendimento do comportamento dos diferentes sistemas, mostraram a complexidade da avaliação dos sistemas de reparo e a necessidade de consideração das variáveis importantes no problema


Anterior Próximo
    1. . .  37    38    39    40    41    42    43    44    45    46  . . . 157