Teses, Dissertações e Monografias

Acesse a listagem abaixo para conhecer algumas das teses, dissertações e monografias desenvolvidas pelos alunos de pós-graduação do Departamento de Engenharia de Construção Civil da Escola Politécnica.

A consulta também pode ser feita na biblioteca de Engenharia Civil pelos telefones (11) 3091-5204 e 3091-9023, fax (11) 3091-5125 ou pelo e-mail biblioteca.civil@poli.usp.br.

Para saber o horário e o local das próximas qualificações e defesas, acesse o site Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil – PPGEC. e do ConstruINOVA - Mestrado Profissional em Inovação na Construção Civil.

Para conhecer as diretrizes de elaboração de teses e dissertações clique no link ou acesse o site da Biblioteca Digital.

Importante: a consulta aos arquivos das teses e dissertações fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:

Este trabalho é para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar o nome da pessoa autora do trabalho.

Buscar teses, dissertações e monografias
  • Avaliação da resistência ao fogo de tubulações de compostos vinílicos empregadas em sistemas prediais de chuveiros automáticos para extinção de incêndio PDF
    • Aluno: Carlos Roberto Metzker de Oliveira
    • Orientador: Orestes Marracini Goncalves
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2007

    Este trabalho estabelece critérios para avaliar a resistência ao fogo de tubulações fabricadas com compostos vinílicos, com diferentes teores de cloro, para os sistemas prediais de chuveiros automáticos, verificando o relacionamento entre os resultados obtidos nos ensaios realizados em trechos de tubulações pressurizados e submetidos a uma elevação de temperatura e os resultados observados nos ensaios realizados em tubulações em escala real exposta diretamente às chamas, simulando uma situação de incêndio. Assim, nos ensaios em trechos de tubulações ocorreu um aumento da resistência ao fogo proporcional ao aumento do teor de cloro dos compostos; nos ensaios em tubulações em escala real observou-se que corpos-de-prova com tubos vinílicos grau a partir de 64 (grau este relacionado ao teor de cloro) suportam as condições de exposição ao fogo; a relação entre os ensaios mostrou que tubulações fabricadas com um composto vinílico com resistência a partir de 110 segundos de exposição ao fogo, no ensaio em trechos de tubulações, suportam também as condições estabelecidas no ensaio em escala real. Isto indicou a possibilidade de se utilizar o ensaio em trechos de tubulações para avaliar, preliminarmente, a capacidade dos materiais em resistir ao fogo, antes de serem submetidos ao ensaio em escala real, pois este apresenta maiores custos envolvidos e maiores dificuldades na sua execução.

  • Análise e proposta de melhorias no processo de produção dos revestimentos de argamassa de fachadas de edifícios PDF
    • Aluno: Gabriela Mello Quina Diogo
    • Orientador: Luiz Sergio Franco
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2007

    O revestimento de argamassa de fachada é utilizado em praticamente todos os edifícios residenciais; assim, sua importância é caracterizada tanto pelo uso intenso, quanto por desempenhar importantes funções estéticas e de proteção do edifício, além de representar importante parcela do custo direto de construção e de manutenção das fachadas. O presente trabalho busca caracterizar, analisar e propor melhorias ao processo de produção dos revestimentos de argamassa de fachada de edifícios, particularmente quanto às etapas de projeto, execução e controle, através de levantamentos realizados em quatro obras de importantes empresas de construção na cidade de Santos. A metodologia utilizada consistiu em revisão bibliográfica, e posterior aplicação dos conceitos levantados nos estudos de caso. Com base neste estudo, foi possível identificar as condições locais de produção e os principais problemas enfrentados ao longo do processo, tendo sido possível à elaboração de sugestões de melhoria ao processo analisado. Além disso, espera-se que se possa contribuir também para a disseminação de ações de racionalização do processo de produção dos revestimentos de argamassa de fachada de edifícios; e, por conseqüência, contribuir para diminuir os problemas patológicos e os custos de produção das empresas construtoras.

  • Sistemas logísticos reversos na indústria da construção civil - estudo da cadeia produtiva de chapas de gesso acartonado PDF
    • Aluno: Fábia Cristina Segatto Marcondes
    • Orientador: Francisco Ferreira Cardoso
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2007

    Atualmente, as legislações ambientais e os consumidores estão cada vez mais exigentes e restrititvos em relação ao adequado tratamento dado aos resíduos industriais. Neste contexto, a logística reversa tem por objetivo gerenciar os fluxos reversos, fazendo com que bens e produtos com pouco uso após a venda, com ciclo de vida útil ampliado ou após extinta a sua vida útil, retornem ao ciclo produtivo, readquirindo valor em outros mercados. Baseado em uma revisão bibliográfica, um estudo exploratório e um trabalho de campo, composto por entrevistas, analisa-se as possibilidades de aplicação do conceito de logística reversa na cadeia produtiva da Construção Civil, particularmente em relação aos fluxos de Resíduos de Construção e Demolição - RCD, como forma de contribuir para a sustentabilidade do ambiente construído. Expõe-se de forma ampla, os fatores intervenientes no processo de implantação dos sistemas logísticos reversos para RCD e os condicionantes e benefícios decorrentes desta aplicação, considerando os aspectos técnicos, econômicos e ambientais do reaproveitamento de RCD. A partir do estudo das práticas atuais de gerenciamento de RCD em empresas construtoras e de algumas experiências estrangeiras, conclui-se sobre as necessidades de avanço das práticas e legislações brasileiras relacionadas ao gerenciamento de RCD, e sobre o papel dos fornecedores no estabelecimento e consolidação de sistemas logísticos reversos - SLR. A aplicação do conceito é realizada na cadeia produtiva de Chapas de Gesso Acartonado - CGA, para a qual é proposto um sistema logístico reverso - SLR-CGA, englobando-se a caracterização dos agentes, as tecnologias de aproveitamento para resíduos de CGA e os mercados disponíveis para a sua reinserção, dentre outros pontos. São realizadas simulações de viabilidade econômica de possíveis cadeias reversas de CGA.||A partir das alternativas viáveis, conclui-se sobre o efeito da implantação destas sobre a cadeia produtiva de CGA. Conclui-se que a implantação de um sistema logístico reverso consiste em uma ferramenta organizacional que pode ajudar companhias a resolver impactos econômicos e ambientais e criar novos negócios na cadeia produtiva da Construção Civil.

  • Interpretação de ciclos imobiliários em edifícios comerciais de padrão corporativo. Aplicação na cidade de São Paulo durante o período de 1994 a 2004 PDF
    • Aluno: Marcos Sousa César
    • Orientador: João da Rocha Lima Júnior
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2007

    Durante as últimas décadas, os edifícios comerciais têm migrado de uma simples estrutura de suporte para se traduzir no ambiente necessário à realização de negócios, bem como parte integrante destes. Portanto, o processo de planejamento de um novo empreendimento de escritórios deve envolver não somente as necessidades do usuário final, mas também deve abordar uma profunda análise do momento de mercado, tanto do ponto de vista político-econômico como do mercado imobiliário. Variáveis econômicas, fatores provenientes da relação entre oferta e demanda dentro do mercado de escritórios e causas específicas e aleatórias das principais regiões de uma determinada área em estudo são significativos responsáveis pelo comportamento e aceitação pelo mercado de novos empreendimentos, formando, conseqüentemente, produtos imobiliários com determinada velocidade de absorção pelo mercado, caracterizando, por sua vez, o desempenho de empreendimentos. Através de séries históricas do mercado de escritórios da cidade de São Paulo e de acontecimentos e indicadores políticos-econômicos, esta pesquisa objetiva inferir relações de causa e efeito entre ambos.

  • Aspectos da variabilidade experimental do ensaio de módulo de deformação do concreto PDF
    • Aluno: Fernando Celotto Montija
    • Orientador: Antonio Domingues de Figueiredo
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2007

    Esta dissertação insere-se nas áreas de qualidade laboratorial e de ensaios de controle de concreto, especificamente quanto à propriedade 'módulo estático de deformação' ou 'módulo de Young'. A motivação do trabalho é a elevada variabilidade de resultados experimentais observada pelo meio técnico nacional em ensaios interlaboratoriais, cujos resultados indicam desvios-padrão totais da ordem de 3,5 GPa, valor significativo para o controle tecnológico de obras de construção civil. Os objetivos buscados foram a identificação das parcelas da variabilidade oriundas da produção e do ensaio, com especial atenção àquela originada na instrumentação para medida das deformações durante o ensaio, e a discussão da aplicabilidade do conceito semiprobabilístico normativo à propriedade módulo de deformação do concreto. Além disso, a própria discussão da aplicabilidade da sistemática de pesquisa e análise sobre este tipo de ensaio e de material constou como um objetivo do trabalho. Para tal, desenvolveu-se um programa experimental em duas etapas: a primeira foi destinada às avaliações de acurácia (precisão e exatidão) do método de ensaio. As avaliações se deram segundo roteiros da área metrológica para validação de métodos e sistemas de medida. De quatro instrumentações para medida das deformações testadas, uma se mostrou mais precisa (identificada como clip gages) e outra se mostrou a mais suscetível a erros sistemáticos e aleatórios entre as testadas (identificada como compressômetro com dois relógios comparadores). Recomendou-se a ampliação do programa experimental para o âmbito interlaboratorial, pois, a rigor, o método de ensaio vigente não poderia ser considerado validado em termos de acurácia baseando-se unicamente nos resultados deste programa experimental.||Porém, concluiu-se pela possibilidade de aceitação prática do método independentemente da utilização de três de um total de quatro tipos de instrumentação para medida das deformações testados em ensaio, sem que houvesse prejuízo para a produção ou o controle tecnológico usual desta propriedade. Na segunda etapa, obteve-se um Diagrama de Dosagem e estudou-se um cenário de fornecimento de concreto sob critérios estatísticos diferentes de atendimento à especificação de módulo de deformação: utilização do valor característico e do valor médio, com diferença de 4 GPa entre eles. Estimou-se um aumento da ordem de 9% no deslocamento vertical de uma viga simples bi-apoiada quando executada com o concreto de menor módulo em relação à execução com o de maior módulo. Por sua vez, o concreto de maior módulo exigiria um aumento no consumo de cimento da ordem de até 200 kg/m³, se conservados todos os insumos materiais e os demais parâmetros tecnológicos contidos nos traços. Concluiu-se pela aplicabilidade do uso da sistemática empregada na avaliação da acurácia do método de ensaio e do uso do conceito semiprobabilístico para esta propriedade.


Anterior Próximo
    1. . .  40    41    42    43    44    45    46    47    48    49  . . . 157