Teses, Dissertações e Monografias

Acesse a listagem abaixo para conhecer algumas das teses, dissertações e monografias desenvolvidas pelos alunos de pós-graduação do Departamento de Engenharia de Construção Civil da Escola Politécnica.

A consulta também pode ser feita na biblioteca de Engenharia Civil pelos telefones (11) 3091-5204 e 3091-9023, fax (11) 3091-5125 ou pelo e-mail biblioteca.civil@poli.usp.br.

Para saber o horário e o local das próximas qualificações e defesas, acesse o site Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil – PPGEC. e do ConstruINOVA - Mestrado Profissional em Inovação na Construção Civil.

Para conhecer as diretrizes de elaboração de teses e dissertações clique no link ou acesse o site da Biblioteca Digital.

Importante: a consulta aos arquivos das teses e dissertações fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:

Este trabalho é para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar o nome da pessoa autora do trabalho.

Buscar teses, dissertações e monografias
  • Critérios de avaliação de sustentabilidade ambiental dos sistemas prediais hidráulicos e sanitários em edifícios de escritórios PDF
    • Aluno: Andreza Kalbusch
    • Orientador: Orestes Marracini Goncalves
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2006

    A definição de desenvolvimento sustentável da World Commission on Environment and Devolopment aponta para um desenvolvimento econômico e social capaz de atender às necessidades desta geração, não comprometendo o atendimento das necessidades das gerações futuras. A gestão do uso da água, enquanto estratégia para preservação deste recurso, vem ao encontro do conceito de desenvolvimento sustentável, uma vez que pretende garantir que haja água disponível para as gerações futuras e que, sem este recurso, não há possibilidade de vida no planeta. Em relação a edifícios, a conservação da água pode ser alcançada através do emprego de práticas e de tecnologias que levem a uma utilização mais sustentável deste recurso, sem que haja interferência no conforto dos usuários. O presente trabalho pretende ser uma contribuição e um incentivo às práticas de conservação da água no ambiente construído, além de ser uma contribuição para a aplicação dos conceitos de sustentabilidade ambiental no projeto e execução de sistemas prediais hidráulicos e sanitários na construção civil brasileira. Para isso, detalha-se a maneira como alguns sistemas de avaliação de sustentabilidade ambiental de edifícios de escritórios avaliam itens relacionados aos sistemas prediais hidráulicos e sanitários e ao uso da água. O objetivo é aprofundar os critérios de avaliação de sustentabilidade ambiental dos sistemas prediais hidráulicos e do uso da água propostos para edifícios de escritório com base na||documentação técnica e normalização brasileira consultadas

  • Proposição de ações para melhoria da produtividade da concretagem em edifícios verticais PDF
    • Aluno: Manuela Modesto Dantas
    • Orientador: Ubiraci Espinelli Lemes de Souza
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2006

    Este trabalho tem por objetivo a proposição de um conjunto de medidas visando trazer um incremento na produtividade do serviço de concretagem em Estruturas Reticuladas de Concreto Armado (ERCA). Inicialmente o trabalho baseou-se em um amplo levantamento sobre o tema produtividade da mão-de-obra no serviço de concretagem e sobre métodos de obtenção e avaliação de opiniões de pessoas. Procedeu-se, através da realização de entrevistas e por meio de estudo de campo ao levantamento de fatores intervenientes na produtividade do serviço concretagem. A análise dos fatores apontados nas duas abordagens subsidiou a elaboração de uma proposição de ações que potencialmente levariam a melhorias nos indicadores de produtividade da concretagem; um questionário Delphi serve ao propósito de escolher, dentro do conjunto de propostas, aquelas com maior expectativa quanto à relação custo-benefício com priorização de ações mais viáveis de serem implementadas

  • Resíduos sólidos e evolução urbana em Santo André - SP PDF
    • Aluno: Luís Fernando Armidoro Rafael
    • Orientador: Witold Zmitrowicz
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2006

    Locais para a disposição de resíduos sólidos (sejam estes locais aterros controlados, aterros sanitários ou simplesmente lixões) são equipamentos urbanos que influenciam o seu entorno de modo intenso. Esta influência é percebida pela alteração do meio em que se encontra o aterro, gerando desequilíbrios temporários ou permanentes. Esta alteração é chamada de impacto ambiental, que se manifesta ao longo do ciclo de vida do aterro. A expansão das áreas urbanas acaba por envolver os locais em que se situam os aterros que geralmente encontram-se próximos do final do seu ciclo de vida. Neste momento, há o inicio do processo de incorporação, quando aterros são transformados em áreas com novas funções urbanas, preferencialmente aquelas ligadas à atividade lazer (praças, parques, áreas esportivas). Esta incorporação requer métodos e procedimentos para se realizar adequadamente, uma vez que, os impactos ambientais continuarão a se manifestar na área mesmo após o encerramento das atividades do aterro. Estes métodos são empregados durante a vida útil do aterro, quando são conhecidos como medidas de controle e monitoramento; ou após o final de suas atividades, quando são chamadas de medidas de descontaminação. A incorporação de aterros sem que estes métodos sejam empregados transforma os locais em áreas de risco urbano, onde a ocupação e utilização podem representar dano ao patrimônio e saúde pública, já que, a cada tipo de resíduo depositado pode-se relacionar um impacto ambiental||correspondente. Este trabalho analisa o processo de incorporação de aterros ocorrido em Santo André - SP, identificando fatores que interferiram no processo e quais as razões que definiram as soluções adotadas

  • Especificação de juntas de movimentação em revestimentos cerâmicos de fachadas de edifícios PDF
    • Aluno: Fabiana Andrade Ribeiro
    • Orientador: Mércia Maria Semensato Bottura de Barros
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2006

    Os revestimentos cerâmicos de fachadas passaram a ser, há alguns anos, objeto de preocupação de muitas empresas construtoras por terem se tornado importante fonte de manifestações patológicas em edifícios. A busca de tecnologias que minimizem a incidência destes problemas encontrou como uma possível solução o aumento da capacidade de absorver deformações dos revestimentos cerâmicos, pelo emprego de detalhes construtivos tais como as juntas de movimentação. No entanto, ao longo da sua utilização, logo foi percebido que este detalhe construtivo demanda uma tecnologia construtiva particular para que não se constitua numa nova fonte de problemas. Estimulada pela carência de estudos sobre este detalhe construtivo específico, a presente pesquisa teve como objetivo fazer um levantamento do seu estado da arte, sistematizando as informações visando a especificação da execução das juntas em revestimentos cerâmicos de fachadas. Como metodologia de trabalho realizou-se a investigação da bibliografia nacional e internacional disponível sobre o assunto, a qual buscou a reunião de informações de diferentes comitês e grupos internacionais que vêm empreendendo estudos há muito tempo sobre o assunto. Numa segunda etapa realizou-se um levantamento de campo que envolveu o resgate da experiência da autora no desenvolvimento e aplicação de projetos de revestimentos, além de entrevistas com projetistas. Como resultado, o trabalho reuniu informações a respeito do comportamento dos revestimentos cerâmicos de fachadas que leva á necessidade de utilização de juntas de movimentação; apresentou requisitos de desempenho das juntas e propriedades dos seus constituintes para atendimento desses requisitos; causas e métodos de prevenção de falhas nas juntas; métodos de ensaios para controle da qualidade dos materiais utilizados no selamento;||e propôs-se, ao final, um caminho para o processo de projeto para a produção das juntas de movimentação. Pôde-se concluir que tecnologia de produção de juntas de movimentação demanda, para a sua especificação, conhecimentos da engenharia estrutural e da tecnologia de construção, além de uma sólida base sobre o comportamento dos materiais e dos inúmeros pormenores envolvidos em sua execução que também devem ser dominados; por isto mesmo, deve ser uma etapa mais valorizada no conjunto dos projetos do edifício.

  • Execução de obras de urbanização de favelas PDF
    • Aluno: Júlia Maria Strazdas Martins Ferreira
    • Orientador: Alex Kenya Abiko
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2006

    A urbanização de favelas consiste em uma intervenção - prioritariamente governamental - que busca adequar sítios irregulares através de melhoria das condições de moradia e de saúde de seus moradores. Verifica-se, decorrente de diversos motivos, alterações entre o que é projetado e o que é executado, suscitando um questionamento sobre qual o nível de detalhamento dos projetos é suficiente para subsidiar as obras. Por meio de um estudo de caso, esta pesquisa investiga quais são as dificuldades na implementação de projetos em campo; as reais possibilidades do projeto; os motivos que promovem alterações nos projetos no momento da obra; e as possibilidades de contorná-los. Da descrição do caso observou-se a necessidade de adequação dos produtos e de melhoria na socialização das informações. Da análise do cadastro da obra foram verificadas as execuções que contrariaram as orientações dos projetos, tanto decorrentes da necessidade de ajustes locais, quanto de desobediência ou incompreensão das soluções. Das entrevistas constatou-se que, em função de cada intervenção, há necessidade de graus de detalhamento diferenciados para cada item de projeto e para cada etapa de elaboração. Conclui-se pela necessidade de aprimoramento do processo de implementação do empreendimento para obtenção de resultados mais eficazes


Anterior Próximo
    1. . .  46    47    48    49    50    51    52    53    54    55  . . . 157