Teses, Dissertações e Monografias

Acesse a listagem abaixo para conhecer algumas das teses, dissertações e monografias desenvolvidas pelos alunos de pós-graduação do Departamento de Engenharia de Construção Civil da Escola Politécnica.

A consulta também pode ser feita na biblioteca de Engenharia Civil pelos telefones (11) 3091-5204 e 3091-9023, fax (11) 3091-5125 ou pelo e-mail biblioteca.civil@poli.usp.br.

Para saber o horário e o local das próximas qualificações e defesas, acesse o site Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil – PPGEC. e do ConstruINOVA - Mestrado Profissional em Inovação na Construção Civil.

Para conhecer as diretrizes de elaboração de teses e dissertações clique no link ou acesse o site da Biblioteca Digital.

Importante: a consulta aos arquivos das teses e dissertações fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:

Este trabalho é para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar o nome da pessoa autora do trabalho.

Buscar teses, dissertações e monografias
  • Valor do direito de superfície PDF
    • Aluno: Yuko Akiyama
    • Orientador: Eliane Monetti
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2006

    O direito de superfície é um instrumento jurídico que foi instituído no Brasil pelo Estatuto da Cidade em 2001 e também pelo Novo Código Civil em 2002. O direito de superfície oferece uma estrutura jurídica que permite a terceiros empreender em solo alheio e, ao mesmo tempo, garante a recuperação plena das propriedades para donos de terrenos. Para um empreendedor, diante da decisão de empreender na qualidade do superficiário, o valor do direito de superfície pode ser utilizado como indicador de segurança dos seus investimentos e a construção do contrato é fundamental para proteger seus investimentos. O objetivo desta dissertação é propor diretrizes para a construção dos contratos de concessão do direito de superfície, para preservar o valor desse direito, do ponto de vista dos superficiários durante o prazo da concessão. Para isso, analisou-se o valor do direito de superfície, esclarecendo as influências das condições contratuais no valor, e os vetores e as variáveis que provocam a flutuação do valor e em seguida, discutiram-se os mecanismos contratuais de proteção do valor. O resultado da análise mostrou que as principais condições contratuais que afetam o valor do direito de superfície são finalidade, prazo e valor da indenização no final da concessão. A flutuação do valor é provocada pelas ocorrências de deformações conjunturais e do mercado ou alterações de condições contratuais relativamente ao cenário referencial e seus vetores são o nível de||investimentos e o nível de retornos. ) As diretrizes propostas para construção do contrato nesta dissertação são: 1. é essencial esclarecer em qual das leis o direito de superfície concedido baseia-se; 2. a finalidade do contrato deve ser fundamentada através da análise, seguindo uma rotina apropriada; 3. o prazo deve ser estipulado por tempo determinado, visando a compatibilidade com o alcance econômico pretendido do negócio, sem contar com o recebimento da indenização no final da concessão. Os mecanismos para proteção do valor propostos são: 1. para alteração unilaterais das condições contratuais pelo proprietário, o superficiário deve guardar o direito de resolver o contrato e recebimento de indenização; 2. para as deformações de variáveis conjunturais, expressar a base econômica do negócio no contrato e reter direto de renegociação no caso de acontecimento fora da base; 3. inserir cláusula compromissória para arbitragem de composição de conflito

  • As parcerias público-privadas como ambiente de captação de investimentos em estações de tratamento de esgotos no Brasil PDF
    • Aluno: Leandro Morais e Silva
    • Orientador: Claudio Tavares de Alencar
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2006

    Este trabalho tem por objetivo estudar a utilização dos contratos de parceria público-privada, como um meio de captação de recursos da iniciativa privada para os investimentos em estações de tratamento de esgotos no Brasil. Para tanto, inicialmente, diagnosticou-se a situação atual dos serviços de tratamento de esgotos, as necessidades de recursos para a sua universalização, os investimentos realizados e o marco regulatório existente. Em seguida, para se discutir o ingresso de recursos privados, caracterizou-se o ambiente definido pela legislação brasileira para os contratos de parceria público-privada, bem como os vetores de riscos presentes neste ambiente de captação de recursos para as estações de tratamento de esgotos. Por fim, foi elaborado um protótipo para análise da qualidade destes investimentos, buscando orientar o investidor não aparente sobre a distorção nos indicadores da qualidade, provocados pelos vetores de riscos presentes nesta tipologia de empreendimento

  • Contribuição para a aplicação do concreto reforçado com fibras de aço em elementos de superfície restringidos PDF
    • Aluno: Nelson Lúcio Nunes
    • Orientador: Antonio Domingues de Figueiredo
    • Categoria: Doutorado
    • Ano: 2006

    Este trabalho apresenta um estudo para a previsão de comportamento quanto à fissuração e a realização de seu controle pelo uso das fibras de aço, em elementos de superfície de concreto restringidos, ou seja, submetidos às tensões de tração induzidas pela retração restringida. Neste estudo, foi desenvolvido um método analítico para calcular o consumo de um determinado tipo de fibra de aço em função do potencial de retração da matriz de concreto e da máxima abertura de fissura, determinada em função de parâmetros de durabilidade e aceitabilidade sensorial. Posteriormente, foram realizados ensaios para caracterização do potencial de fissuração de matrizes de concreto utilizadas em obras de elementos de superfície, onde testou-se um método de estimativa das tensões induzidas por retração restringida no concreto, no momento da primeira fissura. Na etapa final do trabalho, foi realizado um programa experimental, com a construção de pistas de concreto reforçado com fibras de aço (CRFA), com consumos de fibras de 10 kg/m³, 30 kg/m³ e 60 kg/m³, construídas sobre bases com duas condições de restrição: superfície desempenada e superfície jateada com exposição dos agregados. A fissuração destas pistas, nas primeiras idades, foi monitorada, através da medida da abertura e do comprimento das fissuras. Com os resultados desta etapa experimental foi possível realizar ajustes no método de previsão da fissuração em função do consumo de fibras. Os principais ajustes||foram a consideração de valores característicos na previsão da resistência à tração do concreto e na consideração de que o grau de restrição da base não é total, como assumido inicialmente no método. ) Com o desenvolvimento deste método, buscou-se contribuir para a aplicação do potencial de controle de fissuração do CRFA nos elementos de superfície, ampliando a fronteira do conhecimento no aspecto da escolha e dosagem da fibra para um determinado desempenho esperado quanto à fissuração. Ampliar esta fronteira do conhecimento no estudo do CRFA é de suma importância para a aplicação deste material, que ainda carece de critérios racionais para sua aplicação na construção civil

  • Utilização de pozolanas em compósitos de cimento reforçados com fibras de celulose e PVA PDF
    • Aluno: Clovis Nita
    • Orientador: Vanderley Moacyr John
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2006

    Os compósitos reforçados com fibras naturais são uma opção frente fibrocimentos com amianto, devido a grande disponibilidade de fibras naturais como as de coco, sisal além das fibras de celulose. Aspectos relacionados com a durabilidade precisam ser melhorados, podendo ser citado a diminuição da resistência das fibras quando em meio alcalino causando a perda de propriedades mecânicas dos compósitos. Uma alternativa a esse problema é o uso de pozolana que irá consumir o hidróxido de cálcio proveniente da hidratação do cimento Portland, resultando em fases hidratadas como o C-S-H e aluminatos de cálcio, contribuindo assim, para a redução da alcalinidade e para o aumento da resistência mecânica. A metodologia adotada consistiu da análise do efeito de ciclos de molhagem e secagem quanto à formação de produtos da hidratação do cimento e da reação pozolânica a partir de formulações de cimento, filler dolomito, pozolana (metacaulim ou sílica ativa) e fibras de PVA e celulose. As pozolanas empregadas foram efetivas no consumo de hidróxido de cálcio, porém não se constatou grandes ganhos mecânicos devido à degradação da matriz que foi observada em 250 ciclos causada pela formação de hidróxido de magnésio com caráter expansivo. As hipóteses para a causa da formação de brucita consistem da reação de desdolomitização do filler dolomito ou da hidratação do periclásio que compõe o cimento Portland

  • Métodos de avaliação do processo de projeto de arquitetura na construção de edifícios sob a ótica da gestão da qualidade PDF
    • Aluno: Ana Luisa Bertezini
    • Orientador: Silvio Burrattino Melhado
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2006

    Os métodos de avaliação do processo de projeto podem ser considerados fatores importantes para o sucesso do empreendimento e da organização, pois, por meio deles, torna-se possível medir o desempenho do processo e identificar seus pontos críticos, além de garantir subsídios à tomada de decisões fundamentadas. Dessa maneira, a avaliação do processo de projeto pode ser considerada uma das maneiras de conduzir as organizações a níveis mais elevados de competitividade, por meio da melhoria da eficiência do processo de desenvolvimento de projeto, melhor atendimento às necessidades dos clientes e melhoria contínua dos processos, serviços e produtos. As empresas, inclusive as de projeto de arquitetura, devem realizar avaliações e retroalimentações sistemáticas de seus processos. O principal objetivo desta pesquisa é identificar e discutir a eficiência e eficácia dos métodos empregados na avaliação do processo de projeto de arquitetura sob a ótica da gestão da qualidade, observando as interfaces entre todos os agentes participantes desse processo. Para alcançar os objetivos propostos foram realizadas pesquisas bibliográfica e documental sobre o tema, além de pesquisa de campo, que contemplou a realização de estudos de caso em quatro empresas de projeto de arquitetura e quatro empresas contratantes desse tipo de projeto, todas atuantes na região metropolitana de São Paulo. Como resultado, foi elaborada uma proposta inicial que consiste em uma lista de questões||consideradas importantes para o desenvolvimento do processo de projeto de arquitetura com eficiência e qualidade, bem como as possíveis formas de avaliação que poderiam ser realizadas pelas empresas de arquitetura e seus clientes. ) Foi possível identificar e discutir a eficiência e a eficácia dos métodos e mecanismos de avaliação propostos atualmente pelas empresas, a retroalimentação de informações como subsídio para a tomada de ações de melhoria e a contribuição dos resultados das avaliações e retroalimentações para o aumento de desempenho do processo de projeto


Anterior Próximo
    1. . .  48    49    50    51    52    53    54    55    56    57  . . . 157