Teses, Dissertações e Monografias

Acesse a listagem abaixo para conhecer algumas das teses, dissertações e monografias desenvolvidas pelos alunos de pós-graduação do Departamento de Engenharia de Construção Civil da Escola Politécnica.

A consulta também pode ser feita na biblioteca de Engenharia Civil pelos telefones (11) 3091-5204 e 3091-9023, fax (11) 3091-5125 ou pelo e-mail biblioteca.civil@poli.usp.br.

Para saber o horário e o local das próximas qualificações e defesas, acesse o site Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil – PPGEC. e do ConstruINOVA - Mestrado Profissional em Inovação na Construção Civil.

Para conhecer as diretrizes de elaboração de teses e dissertações clique no link ou acesse o site da Biblioteca Digital.

Importante: a consulta aos arquivos das teses e dissertações fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:

Este trabalho é para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar o nome da pessoa autora do trabalho.

Buscar teses, dissertações e monografias
  • A percepção dos hóspedes quanto aos atributos oferecidos pelos hotéis voltados para o turismo de negócios na cidade de São Paulo PDF
    • Aluno: Henrique Wanderley
    • Orientador: Eliane Monetti
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2004

    Esta pesquisa é resultado do reconhecimento, no mercado hoteleiro, de algumas vantagens em se conhecer o conjunto de necessidades específicas de um determinado tipo de hóspede. O turismo de negócios é visto como um importante segmento do mercado turístico e como forte gerador da demanda hoteleira em algumas regiões. A proposta é, a partir da apresentação de características do mercado turístico e do setor hoteleiro, discutir a percepção do turista de negócios quanto aos atributos oferecidos pelos hotéis que justificam a preferência por dado empreendimento para sua estadia. A pesquisa bibliográfica, aliada a um estudo exploratório na cidade de São Paulo, permite algumas conjecturas a respeito do comportamento do turista de negócios no que diz respeito à hospedagem. Em virtude do dinamismo desta demanda, espera-se incentivar com esta pesquisa a continuidade, por profissionais e acadêmicos, dos estudos a respeito do mercado hoteleiro para o turismo de negócios

  • Sistema de gestão da segurança e saúde no trabalho para empresas construtoras PDF
    • Aluno: Anderson Glauco Benite
    • Orientador: Francisco Ferreira Cardoso
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2004

    O número excessivo de acidentes no setor da construção civil e os grandes desastres mundiais divulgados pela mídia fazem as empresas acreditarem que serem competitivas e lucrativas não é o suficiente. Assim, elas também devem demonstrar uma atitude ética e responsável quanto à segurança e saúde em seus ambientes de trabalho, além de cuidar das questões ambientais. Por essa razão, o Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho (SGSST), considerado um instrumento eficiente para a melhoria das condições dos ambientes de trabalho, torna-se um dos possíveis passos da evolução da gestão nas empresas construtoras, as quais historicamente apresentam baixo desempenho na nessa área. Esta pesquisa apresenta informações relevantes que podem ser utilizadas por empresas construtoras durante a concepção e implementação de seus SGSST. Ela estabelece os conceitos do SGSST e discute seus principais elementos e a possibilidade de integração com os sistemas de gestão da qualidade e ambiental, apresentando os principais resultados obtidos por uma empresa construtora de edifícios brasileira que foram identificados durante a participação direta deste autor no processo de implementação. Os resultados demonstraram que a implementação do SGSST traz melhorias significativas nas condições dos ambientes de trabalho, principalmente quando acompanhada do estabelecimento de uma nova cultura, que considere segurança e saúde no trabalho como um dos fatores essenciais na||avaliação global do desempenho da empresa

  • As qualidades de localização intrametropolitana dos espaços de escritórios PDF
    • Aluno: Lucila Lopes Jardim de Cerqueira
    • Orientador: Eliane Monetti
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2004

    Com o crescimento da demanda por escritórios sua ocupação nas cidades sofreu profundas transformações. O perfil das necessidades da demanda também se alterou e, em função dessas mudanças, novos centros de negócios foram criados em várias metrópoles, incluindo São Paulo. É nesse quadro que iremos discutir as qualidades localizacionais de escritórios. O trabalho apresenta a discussão sobre as características localizacionais desejadas pelos principais usuários de escritórios na metrópole contemporânea e seus reflexos no mercado. A evolução desse quadro nos últimos anos será apresentada juntamente com indicadores de desempenho de mercado, utilizando-se o mercado de São Paulo como estudo de caso

  • Estudo comparativo entre métodos de quantificação de tenacidade usando concreto reforçado com macrofibras de polipropileno PDF
    • Aluno: Maira Paulina Tiguman
    • Orientador: Antonio Domingues de Figueiredo
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2004

    A tenacidade do concreto reforçado com fibras é medida pela área sob a curva carga por deslocamento vertical obtida no ensaio de tração na flexão. No entanto, muitas discussões surgiram sobre a instabilidade pós-pico presente nos ensaios comumente utilizados, como é o caso da recomendação japonesa JSCE SF-4 (1984) e a federação européia EFNARC (1996). A nova norma americana, ASTM C 1399 (2002) foi publicada com o objetivo de minimizar o efeito da instabilidade pós-pico no cálculo da tenacidade. Neste ensaio, uma placa metálica é usada sob o corpo-de-prova até o momento em que a carga de pico é atingida. Posteriormente a placa metálica é removida e o procedimento de ensaio continua, sem que haja qualquer efeito da instabilidade pós-pico. Assim, um estudo experimental foi envolvido, comparando três diferentes normas (recomendações): JSCE SF-4 (1984), EFNARC (1996) e ASTM C 1399 (2002). Com o objetivo de ampliar o efeito da instabilidade pós-pico nos resultados de tenacidade juntamente com a possibilidade de avaliação das novas fibras que estão aparecendo no mercado brasileiro, macrofibras de polipropileno foram, então, utilizadas em substituição às fibras de aço. Duas séries de corpos-de-prova foram ensaiadas usando a mesma matriz e o mesmo tipo de fibras. Três diferentes teores de fibras foram utilizados nestes ensaios (0.5%, 1.0% e 1.5% em volume). As curvas carga por deslocamento vertical foram obtidas pelo ensaio de tração na flexão com deformação controlada,||usando corpos-de-prova prismáticos (10cmX10cmX40cm). O deslocamento foi medido utilizando-se o sistema "yoke" e para caracterizar o concreto utilizado nestes ensaios, o ensaio de compressão axial foi realizado em corpos-de-prova cilíndricos (F = 10cm, h = 20cm). ) Ambos os ensaios foram realizados aos 7 dias de idade. Com os resultados obtidos, foi possível verificar que o ensaio prescrito pela ASTM promove melhores condições de avaliação da capacidade portante das macrofibras de polipropileno, porém, não é adequado para avaliar a resistência à flexão da matriz, simultaneamente no mesmo ensaio. Mais do que isso, quando baixos teores de macrofibras foram utilizados, este procedimento de ensaio evita a brusca transferência de tensão da matriz para as fibras, o que poderia levar à uma subestimação do efetivo trabalho das macrofibras de polipropileno

  • Modelo de suporte ao projeto criativo em arquitetura PDF
    • Aluno: Marly Kiatake
    • Orientador: Joao Roberto Diego Petreche
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2004

    A mudança nas relações funcionais entre os agentes da indústria da construção civil, a velocidade dos avanços tecnológicos e a intensa competitividade entre os escritórios de arquitetura evidenciam uma necessidade crescente de organização do processo de projeto, cujo aprimoramento pode ser alcançado através do uso de metodologias sistemáticas. Entretanto, a ininteligibilidade e a falta de domínio do processo criativo do arquiteto resultam, muitas vezes, em sistemas metodológicos ineficazes, devido à deficiência de ferramentas que suportem a criatividade do projetista, na fase de concepção das idéias. A Teoria da Solução Inventiva de Problemas (TRIZ) é uma metodologia que direciona o processo criativo, através da proposição de Princípios Inventivos (PIs) e identificação de padrões na evolução dos sistemas. Conceituando a contradição como um elemento chave para a criação, é baseada em pesquisas de patentes mundiais de vários campos do conhecimento. Estudos preliminares, identificando diversos princípios da TRIZ em soluções arquitetônicas existentes, incentivaram-nos à exploração da metodologia na área da arquitetura, objetivo deste trabalho. Na tentativa de uma primeira validação do modelo, realizou-se um estudo de caso no Conjunto Residencial da USP (CRUSP), no qual a teoria foi utilizada para solucionar o problema de adequação da acessibilidade dos edifícios às pessoas portadoras de deficiência física. O estudo de caso demonstrou que a TRIZ é uma alternativa||metodológica para a fase inicial do processo de projeto arquitetônico, à medida em que possui ferramentas para sistematizar o conhecimento do problema, delimitar o espaço de busca por soluções e sinalizar as idéias potencialmente relevantes


Anterior Próximo
    1. . .  59    60    61    62    63    64    65    66    67    68  . . . 157