Teses, Dissertações e Monografias

Acesse a listagem abaixo para conhecer algumas das teses, dissertações e monografias desenvolvidas pelos alunos de pós-graduação do Departamento de Engenharia de Construção Civil da Escola Politécnica.

A consulta também pode ser feita na biblioteca de Engenharia Civil pelos telefones (11) 3091-5204 e 3091-9023, fax (11) 3091-5125 ou pelo e-mail biblioteca.civil@poli.usp.br.

Para saber o horário e o local das próximas qualificações e defesas, acesse o site Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil – PPGEC. e do ConstruINOVA - Mestrado Profissional em Inovação na Construção Civil.

Para conhecer as diretrizes de elaboração de teses e dissertações clique no link ou acesse o site da Biblioteca Digital.

Importante: a consulta aos arquivos das teses e dissertações fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:

Este trabalho é para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar o nome da pessoa autora do trabalho.

Buscar teses, dissertações e monografias
  • Avaliação do impacto potencial da versão 2000 das normas ISO 9000 na gestão e certificação da qualidade PDF
    • Aluno: Alexandre Taveira de Paula
    • Orientador: Silvio Burrattino Melhado
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2004

    O interesse mundial relativo à gestão da qualidade tem sido crescente nas últimas décadas. Esse fato está associado às profundas transformações no cenário econômico, político e social, que ocasionaram uma necessidade de reavaliação e questionamento da postura empresarial adotada. A construção civil, em particular, desde o início dos anos 90, tem se mostrada comprometida com o movimento pela qualidade. No Brasil, tal fenômeno também se verifica e, diante da revisão das Normas da série ISO 9000 e da publicação de sua nova versão em dezembro de 2000, identificou-se a necessidade de avaliar o seu potencial impacto na gestão e certificação da qualidade em empresas construtoras. O trabalho traz a discussão das principais modificações propostas pela nova versão da Norma ISO 9000, analisando com mais detalhe a ISO 9001:2000 - Requisitos, que passa a ser a única norma da série utilizada para fins de certificação. Analisam-se os tópicos voltados para o enfoque no processo da organização, necessidade de comprovação da melhoria contínua e obrigatoriedade de se ter o Sistema de Gestão da Qualidade com o foco voltado para a satisfação das exigências e expectativas do cliente. Nos estudos de caso são identificados os desafios que cada uma das empresas tiveram que superar para adaptarem seus Sistemas de Gestão de modo a atender aos novos conceitos da Norma. Conclui-se com a análise dos impactos destas adaptações, tanto no âmbito gerencial da empresa, como||também na produção, em seus canteiros de obras

  • Avaliação de desempenho de vedações verticais internas em chapas de gesso acartonado frente à ação da umidade PDF
    • Aluno: Rita de Cássia Farias de Medeiros
    • Orientador: Mércia Maria Semensato Bottura de Barros
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2004

    A tecnologia construtiva que emprega chapas de gesso acartonado na produção de vedações verticais internas é caracterizada por um maior potencial de industrialização quando comparada às executadas com alvenaria e, por isso mesmo, o seu uso é disseminado em países da América do Norte e Europa. Apesar disso, constata-se a ocorrência de problemas relacionados com a ação da água e da umidade, apresentando como principais causas: falhas no projeto, deficiências dos componentes empregados e falhas durante a execução da obra. No Brasil, devido à tecnologia estar sendo empregada recentemente, pouco se conhece sobre o seu desempenho, principalmente quando submetidas às condições climatológicas típicas do país e frente às solicitações impostas pelo uso característico da cultura de seus habitantes. Por isso, nesse trabalho buscou-se avaliar, de maneira sistêmica, o desempenho dessas vedações quando submetidas à ação da água e da umidade, investigando-se configurações de parede que empregaram as chapas de gesso acartonado standard ou resistente à umidade, com ou sem a presença de junta entre as chapas e aplicando-se três tipos de acabamento distintos - revestimento cerâmico, revestimento vinílico e pintura. Para essa avaliação, além de uma extensa pesquisa bibliográfica, foi realizada uma intensa pesquisa de campo, que envolveu visitas a obras, fabricantes de chapa de gesso acartonado e empresas de projeto de vedações e, ainda, foi realizado um programa experimental para||avaliação das seguintes propriedades: absorção de água das chapas tanto por imersão quanto superficial, resistência à ruptura na flexão sob a ação da água, permeabilidade ao vapor e absorção de água por capilaridade dos componentes. ) Os resultados obtidos permitiram concluir que: dentre as chapas standard e resistente à umidade, apenas esta última pode ser utilizada em ambientes úmidos, mas, ainda assim, precisam ser tomados adequados cuidados para protegê-las da ação da água; a junta entre as chapas é uma região crítica que necessita de maior atenção; dentre os acabamentos, o revestimento cerâmico deve estar sempre associado a um sistema de impermeabilização; o revestimento vinílico possui baixa absorção de água, mas deve-se tomar cuidados com seu uso, pois também serve como uma barreira à saída do vapor d'água; e a pintura utilizada pode estar associada aos ambientes úmidos, desde que atendidas algumas recomendações de projeto, também propostas no final do trabalho. Com essas informações, avalia-se que a tecnologia está sendo bem utilizada no Brasil e as recomendações hoje vigentes, de uma maneira geral são exigentes, mas apropriadas

  • A dinâmica do mercado de edifícios de escritórios e a produção de indicadores de comportamento PDF
    • Aluno: Rogerio Fonseca Santovito
    • Orientador: Claudio Tavares de Alencar
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2004

    Este trabalho discute a dinâmica do mercado de edifícios de escritórios para locação, especificamente o comportamento oscilatório resultante do equilíbrio dinâmico entre a oferta e a demanda por espaços de escritório. O papel dos sistemas de informação atualmente existentes na indução e manutenção destes movimentos é verificado, sendo analisada a produção dos indicadores de mercado e os problemas relacionados com a abrangência e a consistência dos bancos de dados atualmente existentes. Com base nesta discussão, é apresentada uma sistemática para a construção de um índice mercado oriundo da locação em empreendimentos de base imobiliária compostos por edifícios de escritórios, que permita observar a variação temporal da referência de preço pelo uso do espaço, possibilitando tanto a comparação entre segmentos deste mercado, segregados por regiões de ocupação típica e classificação dos edifícios, quanto entre outras tipologias de real estate. A sistemática do trabalho incorpora diferentes aspectos de sistemáticas análogas, reconhecendo os métodos existentes para construção de índices de preços para então, a partir de ajustes nestes métodos, fazer uma aplicação específica ao mercado de edifícios de escritórios para locação. Para ilustrar a sistemática é construído um protótipo do índice, utilizando o 'aluguel efetivo' como referência de preços. O uso de expectativas racionais acerca do comportamento futuro do mercado beneficia os empreendedores ao permitir a consecução||de análises conceitualmente bem estruturadas. Além disto, o meio acadêmico se beneficia por contar com uma ferramenta que possibilita a construção de séries históricas, auxiliando na realização de estudos setoriais

  • Análise do desenvolvimento e da utilização de projetos para produção de vedações verticais na construção de edifícios PDF
    • Aluno: Janayna Patrícia Rezende de Aquino
    • Orientador: Silvio Burrattino Melhado
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2004

    Muitas ações têm sido implementadas para a melhoria do processo de projeto na construção de edifícios, mas aspectos observados nos canteiros de obras, como dificuldades de execução, incompatibilidade de projetos pela falta de integração entre projetistas ou deles com a equipe de execução nas obras, são ainda obstáculos que se colocam para obtenção de resultados quanto à qualidade. O emprego de projetos para produção tem sido apontado, por várias pesquisas, como mecanismo de grande potencial para superação desses obstáculos; porém, o que se questiona é o quanto esse potencial tem sido efetivamente alcançado. Dentre os projetos para produção mais utilizados no mercado, destaca-se o projeto para produção de vedações verticais. Neste trabalho, propõe-se fazer uma análise do desenvolvimento e da utilização de projetos para produção de vedações verticais na construção de edifícios, ressaltando a sua contribuição para o desempenho das atividades de execução e para a integração entre as etapas de projeto e execução. O trabalho analisará os benefícios, as dificuldades e as tendências no emprego desses projetos, com base em estudos de caso, dentro do ambiente de empresas certificadas ou qualificadas

  • Estudo da viabilidade do aproveitamento de água de chuva para consumo não potável em edificações PDF
    • Aluno: Simone May
    • Orientador: Racine Tadeu Araujo Prado
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2004

    Para a conservação de água existem medidas convencionais e medidas não convencionais. O sistema de aproveitamento de água de chuva para consumo não-potável é uma medida não-convencional. Atualmente o aproveitamento da água de chuva é praticado em países como Estados Unidos, Alemanha, Austrália e Japão, entre outros. No Brasil, o sistema é utilizado em algumas cidades do Nordeste como fonte de suprimento de água. A viabilidade do uso de água de chuva é caracterizada pela diminuição da demanda de água fornecida pelas companhias de saneamento, tendo como conseqüência a diminuição de custos com água potável e a redução do risco de enchentes em caso de chuvas fortes. No processo de coleta de água de chuva, são utilizadas áreas impermeáveis, normalmente o telhado. A primeira água que cai no telhado, lavando-o, apresenta um grau de contaminação bastante elevado e, por isso, é aconselhável o desprezo desta primeira água. A água de chuva coletada através de calhas, condutores verticais e horizontais é armazenada em reservatório podendo ser de diferentes materiais. A água armazenada deverá ser utilizada somente para consumo não potável, como em bacias sanitárias, em torneiras de jardim, para lavagem de veículos e para lavagem de roupas. Este trabalho trata da avaliação da qualidade da água de chuva, juntamente com o estudo da viabilidade econômica da utilização de um sistema de coleta e aproveitamento da água de chuva. A partir de um sistema experimental, análises da||composição física, química e bacteriológica da água de chuva foram realizadas para caracterizar a água e verificar a necessidade de tratamento, diminuindo riscos à saúde de seus usuários. A viabilidade do sistema depende basicamente de três fatores: precipitação, área de coleta e demanda. ) O reservatório de água de chuva, por ser o componente mais dispendioso do sistema, deve ser projetado de acordo com as necessidades do usuário e com a disponibilidade pluviométrica local para dimensioná-lo corretamente, sem inviabilizar economicamente o sistema. Baseado nos resultados das análises realizadas e na utilização do sistema de coleta e aproveitamento de água de chuva, seu uso para fins não potáveis deve ser estimulado


Anterior Próximo
    1. . .  61    62    63    64    65    66    67    68    69    70  . . . 157