Teses, Dissertações e Monografias

Acesse a listagem abaixo para conhecer algumas das teses, dissertações e monografias desenvolvidas pelos alunos de pós-graduação do Departamento de Engenharia de Construção Civil da Escola Politécnica.

A consulta também pode ser feita na biblioteca de Engenharia Civil pelos telefones (11) 3091-5204 e 3091-9023, fax (11) 3091-5125 ou pelo e-mail biblioteca.civil@poli.usp.br.

Para saber o horário e o local das próximas qualificações e defesas, acesse o site Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil – PPGEC. e do ConstruINOVA - Mestrado Profissional em Inovação na Construção Civil.

Para conhecer as diretrizes de elaboração de teses e dissertações clique no link ou acesse o site da Biblioteca Digital.

Importante: a consulta aos arquivos das teses e dissertações fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:

Este trabalho é para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar o nome da pessoa autora do trabalho.

Buscar teses, dissertações e monografias
  • O perfil da infra-estrutura no município de São Paulo e sua relação com as transformações de uso do solo PDF
    • Aluno: Vanessa Meloni Massara
    • Orientador: Witold Zmitrowicz
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2002

    Este texto pretende fornecer uma visão geral sobre a implantação das redes de infra-estrutura - saneamento, energia e telecomunicações - no Município de São Paulo, através da evolução de sua distribuição territorial ao longo do século XX e de informações sobre a expansão da capacidade dos sistemas oriunda dessa ampliação. Após esse breve histórico, fazemos um paralelo entre as transformações no uso do solo e a existência de infra-estrutura em duas áreas distintas: o centro expandido e a região de São Miguel Paulista

  • Avaliação do método de extração eletroquímica de cloretos para reabilitação de estruturas de concreto com problemas de corrosão de armaduras PDF
    • Aluno: Eliana Cristina Barreto Monteiro
    • Orientador: Paulo Roberto do Lago Helene
    • Categoria: Doutorado
    • Ano: 2002

    O presente trabalho avalia o método de extração eletroquímica de íons cloreto utilizada para reabilitação de estruturas de concreto com problemas de corrosão de armaduras. Essa metodologia pode ser utilizada para evitar as desvantagens da recuperação tradicional do reparo localizado. Como as reações de corrosão são de caráter eletroquímico, a corrosão pode ser evitada ou minimizada utilizando-se um método de reabilitação da mesma natureza. No procedimento experimental foram realizados ensaios de laboratório em corpos-de-prova de forma prismática com dimensões reduzidas, moldados com diferentes relações água/cimento. Empregaram-se armaduras com diferentes cobrimentos, que foram utilizadas como sensores na realização do monitoramento eletroquímico. A penetração de cloretos nos corpos-de-prova foi realizada de maneiras distintas: câmara de névoa salina e semiciclos de secagem e imersão parcial. Entre outros aspectos, foi avaliada a influência da espessura de cobrimento e da relação água/cimento na resposta do método através da determinação do teor inicial e final dos íons cloreto. A metodologia de impedância eletroquímica e potencial de corrosão foi utilizada com o objetivo de monitorar o comportamento eletroquímico da armadura durante a extração quando foi verificada a influência do método na porosidade do concreto. Nas conclusões observa-se que a eficiência desse método foi até superior à encontrada em outros trabalhos da literatura. Nas séries||cuja penetração de cloretos se deu através da câmara de névoa salina em média foram removidos 78% dos íons cloreto inicialmente presentes no concreto, nas séries onde a penetração de cloretos foi por semiciclos de secagem e imersão parcial obteve-se 91% de eficiência de remoção

  • Avenidas Nova Faria Lima e Jacú-Pêssego / Nova Trabalhadores PDF
    • Aluno: Liane Lafer Schevz
    • Orientador: Witold Zmitrowicz
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2002

    Nesta dissertação estudamos o espaço urbano enquanto produto social em permanente processo de transformação. Buscamos analisar as transformações de caráter espacial-sócio-econômica observadas em dois setores urbanos impactados pela implantação de dois eixos viários localizados no município de São Paulo, cujas obras se realizaram na década de 90: 1) Av. Nova Faria Lima que se encontra no vetor sudoeste da cidade e 2) Av. Nova Trabalhadores / Jacú-Pêssego situada no extremo leste do município. Através da análise dos processos de urbanização, parcelamento e edificação dos setores escolhidos e do desempenho dos agentes promotores das transformações espaciais, protagonizados pelo capital imobiliário e pelo Estado, buscamos contribuir na caracterização de tendências, aprofundando o conhecimento sobre as lógicas subentendidas nos sistemas que vão definindo a imagem e a identidade de partes da cidade, evidenciando instrumentos e estratégias que serviram de subsídios às transformações pretendidas

  • Estudo da durabilidade de compósitos reforçados com fibras de celulose PDF
    • Aluno: Aluizio Caldas e Silva
    • Orientador: Vanderley Moacyr John
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2002

    O uso de fibras vegetais e de cimentos alternativos - ambos provenientes de resíduos, é tido como boa opção na busca por novos fibrocimentos. Entretanto, a maioria das pesquisas desenvolvidas nos últimos anos tem apresentado resultados desanimadores no que se refere à durabilidade do material. Além disso, os métodos para avaliação do desempenho ao longo do tempo de materiais reforçados com fibras sensíveis a álcalis ainda não estão bem estabelecidos. O trabalho avaliou o comportamento de compósitos produzidos com cimento de escória de alto-forno reforçados com fibras de celulose, moldados através de adaptações dos processos industriais usados em todo mundo pelas empresas de fibrocimento. Em seguida, a durabilidade das formulações foi avaliada através de ensaios de envelhecimento, os quais se basearam na simulação dos principais agentes e mecanismos de degradação atuantes no material. O desempenho físico e mecânico dos compósitos foi avaliado através da análise de propriedades pré-estabelecidas, consideradas importantes no emprego material como componente construtivo. A análise dos resultados confirmou a eficiência da incorporação da celulose nas propriedades mecânicas do compósito. A durabilidade do material foi diferente para as matrizes empregadas. As matrizes ativadas com gipsita e cal hidratada (EGCH) foram menos agressivos às fibras, entretanto apresentaram problemas de hidratação às primeiras idades e perda de resistência devido à||carbonatação. A matriz ECP, mais alcalina, apresentou resultados superiores de resistência mecânica nas primeiras idades. Ela decompôs as fibras e reduziu as propriedades mecânicas durante o envelhecimento. A carbonatação reduziu o ataque alcalino às fibras nestas matrizes, estabilizando a resistência mecânica e a perda de tenacidade não foi tão acentuada. ) A metodologia de envelhecimento acelerado que combinou ciclos de molhagem e secagem à carbonatação se mostrou eficiente na simulação do envelhecimento natural

  • Avaliação da contribuição das tipologias de aquecimento de água residencial para a variação do estoque de gases de efeito estufa na atmosfera PDF
    • Aluno: Vanessa Montoro Taborianski
    • Orientador: Racine Tadeu Araujo Prado
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2002

    Os aquecedores de água trouxeram, ao mundo contemporâneo, o conforto do banho quente para grande parte da população. Podemos ter aquecedores elétricos, a gás ou solares. Os aquecedores elétricos necessitam da energia elétrica fornecida por usinas termoelétricas, hidrelétricas ou nucleares destacando-se, no Brasil, as hidrelétricas. Os aquecedores a gás utilizam combustíveis fósseis que produzem poluentes como os óxidos de nitrogênio, monóxidos de carbono, dióxidos de carbono, compostos orgânicos voláteis e partículas. Os aquecedores solares utilizam a energia limpa do sol. Entretanto, muitas vezes, estes aparelhos também utilizam recursos não renováveis na sua fabricação. Este trabalho mostra a contribuição das diversas formas de aquecimento de água para o efeito estufa, por meio da Análise do Ciclo de Vida (ACV). A ACV é uma metodologia de pesquisa aplicada às edificações para estudar o aspecto quantitativo da qualidade ambiental dos produtos, desde a fabricação deste produto até o fim de sua vida útil. Os resultados mostram que, para os parâmetros adotados, dentre os sistemas analisados o chuveiro elétrico é o que consome mais energia elétrica e emite mais poluentes durante seu ciclo de vida


Anterior Próximo
    1. . .  74    75    76    77    78    79    80    81    82    83  . . . 157