Teses, Dissertações e Monografias

Acesse a listagem abaixo para conhecer algumas das teses, dissertações e monografias desenvolvidas pelos alunos de pós-graduação do Departamento de Engenharia de Construção Civil da Escola Politécnica.

A consulta também pode ser feita na biblioteca de Engenharia Civil pelos telefones (11) 3091-5204 e 3091-9023, fax (11) 3091-5125 ou pelo e-mail biblioteca.civil@poli.usp.br.

Para saber o horário e o local das próximas qualificações e defesas, acesse o site Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil – PPGEC. e do ConstruINOVA - Mestrado Profissional em Inovação na Construção Civil.

Para conhecer as diretrizes de elaboração de teses e dissertações clique no link ou acesse o site da Biblioteca Digital.

Importante: a consulta aos arquivos das teses e dissertações fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:

Este trabalho é para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar o nome da pessoa autora do trabalho.

Buscar teses, dissertações e monografias
  • Um sistema para planejamento operacional de obras de rodovias PDF
    • Aluno: Andrés Antonio Larrosa Insfrán
    • Orientador: José Francisco Pontes Assumpção
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2001

    No mercado de serviços ou de obras empreitadas da construção civil, mais especificamente no de construção pesada, a execução de rodovias se caracteriza pela utilização intensiva de equipamentos de produção, e em geral está associada a longos prazos de execução, o que torna fundamental o planejamento adequado destes recursos, considerando que representam um componente significativo no custo desse tipo de obras, e que constituem em geral, o maior investimento das empresas que atuam nesse segmento. O sistema proposto visa contribuir para a melhoria da qualidade do processo de planejamento de obras rodoviárias, possibilitando a definição da estratégia de produção, a partir de parâmetros básicos, utilizando de forma integrada aplicativos abertos, gerenciador de projetos e planilha eletrônica, que agilizam a geração e manipulação de informações, sobre situações de construção da obra, e sobre a utilização de recursos

  • Determinação de cloretos em concretos de cimentos Portland PDF
    • Aluno: Lúcia de Fátima Lacerda da Costa Pereira
    • Orientador: Maria Alba Cincotto
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2001

    A pesquisa aborda os métodos ASTM C 1152 e ASTM C 114, para determinação de cloretos em concreto. Os ensaios foram realizados em dois laboratórios, o da Escola Politécnica da USP, em São Paulo e o da Universidade de Pernambuco, em Recife. Foram preparados concretos com 5 tipos de cimento Portland. O estudo teve como objetivo fazer um levantamento de trabalhos publicados sobre métodos de determinação de cloretos total e solúvel, em concretos, especificamente, discutir a influência do tipo de cimento no teor de cloreto combinado e livre, em amostras de concreto. Foi também objetivo, determinar como se distribui o íon cloreto, solúvel e combinado ao longo da altura de corpos-de-prova de 10x20 cm de diâmetro e apresentar sugestões ao método proposto visando a sua normalização. Paralelamente foram realizadas análises químicas e físicas dos cimentos, pela ABCP. O método proposto apresentou boa reprodutibilidade entre os dois laboratórios, através dos cálculos estatísticos, confirmando sua atualidade e, adequação para outros laboratórios. É importante no entanto dizer que este método é demorado, exige dedicação, equipamentos sensíveis e a resposta é lenta. Os cálculos encontram-se informatizados através de planilha interativa de cálculos, facilitando a sua aplicação. A metodologia pareceu adequada para elaboração de norma técnica nacional

  • Produção de estruturas de concreto armado, moldadas in loco, para edificações PDF
    • Aluno: Tomás Mesquita Freire
    • Orientador: Ubiraci Espinelli Lemes de Souza
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2001

    Este trabalho tem por objetivo caracterizar as tecnologias e formas de gestão adotadas na produção de estruturas de concreto armado. O assunto é abordado de uma maneira analítica, sendo que, após uma breve discussão sobre a concepção da estrutura, as diferentes possibilidades relativas ao processo de produção são apresentadas, considerando-se os serviços de fôrmas, armação, concretagem e posicionamento dos embutidos. Discute-se, ainda, alternativas associadas às diferentes modalidades de fornecimento de materiais e mão-de-obra. A posterior apresentação dos resultados de um estudo de caso minucioso (realizado por meio de visitas a oito obras) e de um levantamento mais abrangente (efetivado por meio de um questionamento a trinta e cinco construtoras), permite uma avaliação das soluções atualmente em uso na Grande São Paulo. O conjunto de informações organizado pode ser útil tanto no subsídio à formação e aperfeiçoamento dos profissionais da área de construção, quanto na reavaliação das posturas em uso pelas construtoras

  • Argamassas para reparo de estruturas de concreto PDF
    • Aluno: José Zacarias Rodrigues da Silva Junior
    • Orientador: Paulo Roberto do Lago Helene
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2001

    A corrosão das armaduras em estruturas de concreto armado provocada pela carbonatação constitui uma das mais freqüentes manifestações patológicas no Brasil e no mundo, o que suscitou o desenvolvimento de materiais e técnicas de reparo que viessem a recompor a estrutura por ocasião de uma intervenção necessária. Um dos materiais para estas intervenções é a argamassa industrializada para reparo de estruturas de concreto. Ocorre entretanto que estas argamassas ainda carecem de uma normalização mais específica, razão pela qual esta dissertação tem como objetivo complementar, contribuir para o desenvolvimento desta normalização. Para isto, discutiu-se a evolução do conceito de desempenho e sua aplicação nas argamassas de reparo, da mesma forma que dentro da evolução de normalização estrangeira, levantou-se um conjunto de normas e métodos de ensaio que se aplicam às argamassas de reparo para caracterizá-las e avaliá-las do ponto de vista do seu desempenho. Discute-se também neste trabalho, os conceitos básicos da corrosão das armaduras seus mecanismos, os princípios de recuperação das estruturas de concreto armado e as propriedades genéricas das argamassas de reparo. Faz-se ainda uma abordagem das especificações de caracterização e de desempenho destes materiais, e ainda dá-se ênfase ao controle de qualidade da aplicação destas argamassas nos sistemas de reparo

  • Estudo da resistência à compressão de alvenarias de vedação de componentes comercializados em São Paulo PDF
    • Aluno: Leonardo Tolaine Massetto
    • Orientador: Fernando Henrique Sabbatini
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 2001

    Procura-se, com este trabalho, fornecer um panorama do atual mercado de componentes para alvenarias de vedação paulista com base na avaliação do desempenho mecânico. Avaliou-se, através de ensaios em laboratório, a resistência à compressão simples e a capacidade de deformação - através do ensaio de módulo de deformação - de um universo composto por 20 diferentes tipos de componentes comercializados dentro de São Paulo. Foram avaliados componentes de diversas faixas de preços e de todos os tipos de materiais: cerâmicos, de concreto, silico-calcários e de concreto celular autoclavado. Para tanto, foram realizados ensaios em componentes, em paredinhas de três fiadas e em paredes de 1,20m de base por 2,60m de altura. Investigou-se, também, a interação entre as estruturas suporte dos edifícios e as alvenarias de vedação mostrando as soluções encontradas por diversos países do mundo para evitar os problemas patológicos mais comuns, tais como os limites máximos recomendados para as deformações estruturais. Dentro dos programas experimentais procurou-se avaliar a influência do tipo de capeamento (pasta de enxofre ou placa de papelão) sobre a resistência à compressão nos ensaios de componentes. Nos ensaios de resistência de paredinhas, investigou-se a influência de dois tipos de argamassa de assentamento (industrializada ensacada e dosada no laboratório) em conjunto com duas tipologias de juntas verticais (preenchidas com argamassa ou sem argamassa). De modo geral, os||resultados deste trabalho foram muito consistentes, demonstrando diferenças significativas entre a capacidade resistente dos diversos componentes estudados, tanto nos ensaios individuais, como nos ensaios de paredinhas ou de paredes


Anterior Próximo
    1. . .  84    85    86    87    88    89    90    91    92    93  . . . 157