Teses, Dissertações e Monografias

Acesse a listagem abaixo para conhecer algumas das teses, dissertações e monografias desenvolvidas pelos alunos de pós-graduação do Departamento de Engenharia de Construção Civil da Escola Politécnica.

A consulta também pode ser feita na biblioteca de Engenharia Civil pelos telefones (11) 3091-5204 e 3091-9023, fax (11) 3091-5125 ou pelo e-mail biblioteca.civil@poli.usp.br.

Para saber o horário e o local das próximas qualificações e defesas, acesse o site Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil – PPGEC. e do ConstruINOVA - Mestrado Profissional em Inovação na Construção Civil.

Para conhecer as diretrizes de elaboração de teses e dissertações clique no link ou acesse o site da Biblioteca Digital.

Importante: a consulta aos arquivos das teses e dissertações fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:

Este trabalho é para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar o nome da pessoa autora do trabalho.

Buscar teses, dissertações e monografias
  • Rendimentos obtidos na locação e sublocação de cortiços PDF
    • Aluno: Luiz Tokuzi Kohara
    • Orientador: Andrea Piccini
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 1999

    Neste trabalho, estudam-se os cortiços situados na área central da cidade de São Paulo, mais precisamente no bairro da Luz. São verificados os rendimentos obtidos pelos proprietários e pelos intermediários nas locações e sublocações e para saber se estão dentro da realidade do mercado, foram comparados com os valores de locação do mercado formal e com o valor do imóvel. Como base para esse estudo, procurou-se conhecer as condições físicas dos domicilios nos cortiços, a situação socioeconômica dos encortiçados, a escolaridade deles, as questões referentes às locações, as vantagens de morar no centro e os registros nos cartórios dos imóveis pesquisados. Também foi calculado o percentual que representa o gasto com a moradia em relação à renda dos encortiçados e as mudanças ocorridas em um grupo de encortiçados quando não mais despendem recursos para o pagamento de aluguéis. Concluímos, sugerindo alternativas de intervenções na problemática dos cortiços

  • Programações por recursos PDF
    • Aluno: Sérgio Alfredo Rosa da Silva
    • Orientador: João da Rocha Lima Júnior
    • Categoria: Doutorado
    • Ano: 1999

    O emprego de programações competentes na fase de produção de empreendimentos do setor da construção civil é de particular relevância para sua qualidade e competitividade. Destaca-se, no campo da programação de empreendimentos, a programação porrecursos, por ser capaz de proporcionar uma abordagem sistêmica e consistente. Ao mesmo tempo, as informações formuladas para essas programações são, naturalmente, expressas em condições de incerteza. Esta tese desenvolve o emprego de númerosnebulosos como suporte ao tratamento da incerteza da informação que figura no cenário da programação. Seu desenvolvimento contempla duas etapas, o emprego de números nebulosos no CPM e a formulação de processos de nivelamento e alocação derecursos para atividades cuja programação passa a contemplar condições de incerteza. O processo de cálculo do CPM extensivo a números nebulosos é validado a partir de um conjunto de testes de referência, de modo a que sua aplicabilidade a redeslógicas de maior porte seja admitida por indução. O método de nivelamento e alocação de recursos é formulado a partir de regras heurísticas, cujo desempenho foi objeto de avaliações prévias, mediante processos para tratar simulações de demandasde recursos obtidas a partir do emprego do CPM extensivo a números nebulosos. Configura-se, assim, um método de programação por recursos em condições de prover tratamento de incerteza, natural na formulação de informações, proporcionando||umsuporte consistente e adequado às necessidades do gerenciamento da produção de empreendimentos no setor da construção civil

  • Avaliação do uso de válvulas de admissão de ar em substituição ao subsistema de ventilação convencional em sistemas prediais de esgotos sanitários PDF
    • Aluno: Helcio Masini
    • Orientador: Orestes Marracini Goncalves
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 1999

    O presente trabalho tem como objetivos estudar e comparar o comportamento hidráulico-pneumático de um Sistema Predial de Esgotos Sanitários, quando da substituição do subsistema de ventilação secundária convencional preconizado pela NormaBrasileira, por um subsistema de ventilação por Válvulas de Admissão de Ar, em edifícios de até cinco pavimentos. Para tanto foram desenvlvidos ensaios em um protótipo de sistema predial de esgotos com cinco pavimentos, instalado na torre deEnsaios do Laboratório de Sistemas Prediais da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Para os referidos ensaios foram concebidas cinco diferentes configuraçõe de instalação de Válvulas de Admissão de Ar no Sistema, em substituição aoseu subsistema de ventilação secundária, sendo registradas as variações das pressões pneumáticas atuantes no interior das tubulações, e as variações dos fechos hídricos, em face do escoamento provocado pela utilização dos aparelhos instalados. Aanálise dos resultados obtidos com o uso do subsistema de ventilação por Válvulas de Admissão de Ar e a comparação destes com resultados obtidos com a utilização de subsistema de ventilação convencional, demonstraram que, para as condições doprotótipo, o subsistema de ventilação por Válvulas de Admissão de Ar pode substituir, com vantagem o subsistema de ventilação convencional, em sistemas prediais de Esgotos Sanitários

  • Critérios mínimos para a avaliação expedita da durabilidade de produtos de PVC rígido para uso exterior nas edificações PDF
    • Aluno: Vera da Conceição Fernandes Hachich
    • Orientador: Vahan Agopyan
    • Categoria: Doutorado
    • Ano: 1999

    O trabalho propõe um método para a avaliação expedita da durabilidade de produtos de PVC rígido expostos às intempéries em fachadas ou outras aplicações de construção civil. O método baseia-se na exposição acelerada de corpos de prova de PVC em câmara de ultravioleta (CUV). Demonstra-se a aceitabilidade desse procedimento por comparação de 3000 horas de exposição em CUV com cinco anos de exposição natural em Piracicaba, SP. Foram comparadas propriedades físicas e químicas de dezenove formulações que diferiam entre si pelos modificadores de impacto, estabilizadores e teores de aditivação (com dióxido de titânio) utilizados. A análise da influência de cada um desses fatores nos dois tipos de envelhecimento dos diversos compostos permitiu o estabelecimento de critérios quantitativos para a rejeição de compostos inadequados, com base no valor inicial e na taxa de decréscimo da resistência ao impacto Charpy, determinada em 2000 horas de exposição em CUV

  • Tecnologia e projeto de revestimentos cerâmicos de fachadas de edifícios PDF
    • Aluno: Jonas Silvestre Medeiros
    • Orientador: Fernando Henrique Sabbatini
    • Categoria: Doutorado
    • Ano: 1999

    Esta tese trata da tecnologia de produção e do projeto dos revestimentos cerâmicos destinados à fachadas de edifícios. O trabalho discute o projeto de revestimento e propõe uma metodologia para sua elaboração com o objetivo de evitar patologias e obter desempenho adequado. São discutidos os principais fatores que afetam a qualidade dos revestimentos, seus requisitos funcionais e as diretrizes e parâmetros necessários à elaboração do projeto. Apresentam-se também os principais conceitos sobre o assunto, analisando-se a tecnologia dos materiais, métodos construtivos e a normalização nacional e estrangeira relativa ao assunto. As experiências conduzidas permitiram verificar que o projeto para produção dos revestimentos cerâmicos de fachada é um elemento-chave para a obtenção de resultados favoráveis. Sua implantação permite evitar uma série de problemas que podem conduzir a falhas nos revestimentos e facilitar as ações de controle e melhoria de qualidade da produção


Anterior Próximo