Teses, Dissertações e Monografias

Acesse a listagem abaixo para conhecer algumas das teses, dissertações e monografias desenvolvidas pelos alunos de pós-graduação do Departamento de Engenharia de Construção Civil da Escola Politécnica.

A consulta também pode ser feita na biblioteca de Engenharia Civil pelos telefones (11) 3091-5204 e 3091-9023, fax (11) 3091-5125 ou pelo e-mail biblioteca.civil@poli.usp.br.

Para saber o horário e o local das próximas qualificações e defesas, acesse o site Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil – PPGEC. e do ConstruINOVA - Mestrado Profissional em Inovação na Construção Civil.

Para conhecer as diretrizes de elaboração de teses e dissertações clique no link ou acesse o site da Biblioteca Digital.

Importante: a consulta aos arquivos das teses e dissertações fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:

Este trabalho é para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar o nome da pessoa autora do trabalho.

Buscar teses, dissertações e monografias
  • Influência da cura térmica em pastas e argamassas de cimentos de escória de alto-forno PDF
    • Aluno: Maristela Gomes da Silva
    • Orientador: Vahan Agopyan
    • Categoria: Doutorado
    • Ano: 1998

    Uma das possibilidades de reciclagem da escória granulada de alto-forno é a produção de cimentos constituídos por escória de alto-forno e ativadores químicos. A indústria de pré-fabricados constitui uma alternativa potencial para o emprego destes cimentos mais beneficiados pelo aumento de temperatura do que o cimento Portland. A cura térmica acelera as reações de hidratação e o endurecimento dos cimentos de escória de alto-forno, permitindo a redução do teor de ativador necessário para o atendimento da resistência à compressão inicial especificada pelo projetista e para as operações de desforma, transporte e manuseio das peças pré-fabricadas. O principal objetivo desta tese é comprovar os benefícios da cura térmica em argamassas de cimentos de escória de alto-forno ativada por silicato de sódio, hidróxido de sódio, cal hidratada e cal hidratada + gipsita. Considerando a grande influência do ciclo de cura no desempenho das argamassas e peças submetidas à cura térmica, discute-se ainda o reflexo do tempo de espera, da temperatura máxima de cura e do período isotérmico na resistência à compressão de argamassas de cimentos de escória de alto-forno. A influência da temperatura de cura na velocidade de liberação de calor e no calor de hidratação acumulado, no tempo de pega (ASTM C 403/c 403 M - Time Setting of Concrete Mixtures by Penetration Resistance), na resistência à compressão (NBR 7215 - Cimento Portland - Determinação de resistência àcompressão), na microestrutura||e nos compostos hidratados é também investigada através do emprego de calorímetro de condução, microscopia eletrônica de varredura, microanálise por EDS e difração de raios X. O ciclo de cura térmica selecionado para as argamassas de cimentos de escória compreende tempo de espera igual ao tempo de pega determinado pelo calorímetro de condução, gradiente de aquecimento/resfriamento de 30'GRAUS'C/h, temperatura máxima de cura de 60'GRAUS'C ) e período isotérmico de 3,5h. A maior influência da temperatura na hidratação de cimentos de escória de alto-forno comprova que a sua energia de ativação é maior que a do cimento Portland e que, conseqüentemente, o benefício resultante do emprego de cura térmica é também superior. Esta característica é facilmente comprovada pela aceleração da resistência à compressão das argamassas de cimentos de escória de altoforno. A temperatura de cura não interfare nos produtos da hidratação desses cimentos, mas influência a sua distribuição e a porosidade das pastas

  • Contribuições para a estruturação de modelo aberto para o dimensionamento otimizado dos sistemas prediais de esgotos sanitários PDF
    • Aluno: Daniel Costa dos Santos
    • Orientador: Orestes Marracini Goncalves
    • Categoria: Doutorado
    • Ano: 1998

    Este trabalho objetiva apresentar uma série de contribuições para a estruturação de um modelo aberto para dimensionar os Sistemas Prediais de Esgotos Sanitários e, conseqüentemente, propor uma estrutura para o mesmo. Neste sentido, metodologias e equações específicas são consideradas, assim como parâmetros, requisitos e critérios são estabelecidos através de ensaios realizados para tal propósito. O modelo, então estruturado, é avaliado quanto a sua flexibilidade através do estudo de diversos cenários pertinentes e através da comparação direta com as respostas de outros modelos. Como resultado de tal avaliação, percebe-se aceitável precisão, enquanto que a flexibilidade apresentada demonstra utilidade na definição de um sistema ótimo. Espera-se enfim, com tal modelo, propiciar maior flexibilidade ao projetista de modo que o mesmo tenha mais liberdade nas decisões de projeto

  • Estudo da metodologia do projeto para edifícios em alvenaria estrutural não armada PDF
    • Aluno: Rolando Ramirez Vilató
    • Orientador: Luiz Sergio Franco
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 1998

    Este trabalho estuda a metodologia do projeto para edifícios em alvenaria estrutural não armada. Considerando referências nacionais e estrangeiras, são estabelecidos critérios que orientam a escolha dos materiais, a avaliação da capacidade resistente e os métodos que podem ser empregados no dimensionamento da estrutura. Com base nos princípios da construtibilidade e da racionalização construtiva, são apresentadas um conjunto de soluções que consideram a integração entre a racionalização da estrutura e aqueles outros subsistemas que têm um maior nível de interferência com a execução da alvenaria. Finalmente é feita uma descrição do processo de projeto, indicando, para cada uma das principais fases, os aspectos a considerar e as diretrizes a seguir na implementação da racionalização

  • Diretrizes para o projeto de painéis de fachada em cimento reforçado com fibras de vidro PDF
    • Aluno: Vanessa Gomes da Silva
    • Orientador: Vanderley Moacyr John
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 1998

    A falta de tecnologias racionalizadas de fachadas tem sido considerada pelas empresas construtoras de vanguarda como um ponto crítico na racionalização da prática de construção nacional. Paralelamente, as vantagens da utilização de painéis pré-fabricados vêm sendo crescentemente divulgadas e, juntamente com o emprego de materiais compósitos, constitui uma tendência consolidada na indústria da construção civil mundial. Painéis leves em cimento reforçado com fibras de vidro são utilizados nos Estados Unidos, Europa e Japão como uma alternativa capaz de ampliar consideravelmente o potencial arquitetônico de fachadas pré-fabricadas. Apesar da adição de fibras de vidro aumentar significativamente o desempenho mecânico decompósitos jovens em relação à matriz pura, a resistência e a capacidade de deformação do GRC diminui com o tempo. O principal objetivo deste trabalho é reunir as informações necessárias para o projeto de uma tecnologia racionalizada para avedação de fachadas com base na abordagem de desempenho e identificar em que medida os problemas de durabilidade relatados na literatura relacionam-se a falhas do procedimento de projeto utilizado. O estudo detalhado das origens da incompatibilidade química entre as fibras e a matriz de cimento Portland é complementado pela apresentação do estado atual da tecnologia de painéis GRC. Os requisitos de desempenho de fachadas leves são relacionados, com ênfase na definição de critérios de desempenho que||alimentarão a etapa de projeto. Sugere-se uma metodologia de projeto e os principais conceitos envolvidos no projeto de painéis de cimento reforçado com fibras de vidro são reunidos, abordando os valores de resistência de projeto, as principais solicitações consideradas e a forma como o comportamento de compósito é tratada no projeto

  • Estudo da trabalhabilidade do concreto reforçado com fibras de aço PDF
    • Aluno: Marcos Roberto Ceccato
    • Orientador: Vahan Agopyan
    • Categoria: Mestrado
    • Ano: 1998

    A adição de fibras de aço no concreto altera sua trabalhabilidade, sendo de grande importância a correta caracterização desta propriedade do concreto fresco para o bom desempenho do compósito. Neste trabalho foi estudada a influência da adição de baixos teores de fibra na trabalhabilidade de concretos plásticos, normalmente utilizados em obras de pavimentos industriais, através de três métodos de ensaio (abatimento do tronco de cone, ensaio com tronco de cone invertido e ensaio VeBe). Após a avaliação da eficiência destes três métodos na caracterização da trabalhabilidade em tais condições, foi analisada a influência da composição da matriz e do tipo de fibra nas propriedades do concreto fresco, e os efeitos desta influênciana compacidade e no comportamento pós-fissuração do material. Desta forma, pôde-se concluir que mesmo com a adição de baixos teores de fibra, existe uma alteração significativa nas propriedades utilizadas como parâmetro na caracterização da trabalhabilidade, sendo esta alteração influenciada pelo teor de argamassa, pelo diâmetro do agregado graúdo e pelo tipo de fibra, mostrando a necessidade do emprego de uma metodologia de dosagem adequada para o concreto reforçado com fibras de aço. Por fim, procurou-se fornecer subsídios para o desenvolvimento desta metodologia e para a escolha dos ensaios a serem empregados na caracterização da trabalhabilidade dos compósitos


Anterior Próximo